top of page
  • daniportoarte

Como me organizo para cumprir minhas metas e objetivos de Ano Novo




Você já escreveu as metas que quer realizar esse ano? Você tem esse costume?


Confesso que quando era mais nova não costumava escrever metas e objetivos de ano novo, mas de alguns anos para cá me dei conta que quero sim realizar determinados sonhos e por isso preciso escrevê-los no papel...e isso acaba acontecendo na virada do ano.


Agora fala a verdade, estabelecer metas é a parte fácil, difícil é ter disciplina para alcançar as metas...não é não?



O primeiro erro

Antes eu não estabelecia metas, então não realizava nada, o que me deixava em uma situação cômoda, mas infeliz!


Quando comecei a estabelecer metas e objetivos a serem realizados no ano, cometi outro erro: escrevia tudo de forma genérica. Isso também era um problema, pois da mesma forma nada era realizado já que não havia clareza no que se desejava alcançar.


Mas a vida é feita de erros e acertos, certo?


Fui aprendendo com o tempo que deveria deixar metas e objetivos não só mais claros, como também mais específicos.


Também acho que existem outras pessoas cometendo os mesmos erros que cometi.


Por isso decidi escrever esse artigo. Minha intenção aqui é mostrar a estratégia básica que uso para alcançar minhas metas e talvez isso possa te ajudar a alcançar as suas também.


Então vamos lá!



Falando do básico

Muito bem, até agora eu já falei que é preciso não só estabelecer metas, mas também ter objetivos específicos.


Além disso, é preciso estabelecer um “Plano de Ação”, que consiste basicamente nos passos exatos que você vai dar para alcançar seu objetivo.



Como assim?

Acho que fica muito mais fácil de entender se eu te der um exemplo, certo?


Então vou usar uma de minhas metas para esse ano: aprender inglês.


Eu estudei inglês com uma professora particular a alguns anos atrás, mas tive que parar devido a falta de tempo – aquele tempo que a gente guarda no banco, sabe? Pois é, esse tempo!


Mas nada me impede de estudar por conta própria e é exatamente isso que pretendo fazer.


Como já tenho uma base, eu consigo entender um pouco do inglês falado e também consigo me comunicar um pouco. Esses são pontos a meu favor.


Mas tenho outros problemas para resolver que se não forem solucionados podem me atrapalhar, como a falta de tempo – e dessa vez é o tempo marcado em horas e minutos mesmo.


Minha vida mudou desde que parei de estudar inglês anos atrás. Hoje tenho casa e família para cuidar, além do trabalho, então tempo disponível é um luxo pra mim hoje em dia.


Mas eu não me rendo tão fácil…



Minha estratégia

Então a primeira coisa a fazer é estabelecer a meta, depois o objetivo específico e, por fim, desenhar o plano de ação.


A meta que estabeleci ficou assim: estudar inglês por conta própria.


Objetivo específico: meu objetivo agora é conseguir entender bem inglês falado e escrito. Quero ser capaz de assistir vídeos e cursos sem legenda e ler bem em inglês.


Plano de ação:

  • Horário de estudo: das 7h40 às 8h20.

  • Frequência: de segunda à quinta.

  • Conteúdo: aulas do curso online, livro Essencial Grammar in Use, livro Phrasel Verbs, Kernel Lessons.

  • Estratégia:

  • Terça-feira: dia de aula do curso online com novo conteúdo. Revisão imediata do conteúdo - explique a si mesma o que aprendeu. Fazer um diário em inglês sobre o que foi aprendido na aula da semana. Kernel Lessons - uma unidade por semana.

  • Quarta-feira: exercícios do curso e estudo de vocabulário novo. Kernel Lessons.

  • Quinta-feira: exercícios nos livros de apoio sobre o tema da aula da semana. Estudo de phrasal verbs e Kernel Lessons.

  • Sexta-feira: Kernel Lessons

  • Sábado e domingo: folga

  • Segunda-feira: refazer todos os exercícios da semana anterior. Na segunda inicia a lição do livro Kernel Lessons.



Explicando melhor...

Meu melhor horário de estudo é pela manhã, então reservei esse momento para estudar. São só 40 minutos por dia, pois é o que tenho!


A frequência é de segunda à quinta porque que sexta-feira de manhã já tenho outra atividade e não posso estudar inglês, então é melhor não programar para esse dia um tempo de estudo que sei que não vou poder cumprir. O Kernel Lessons na sexta é só uma manutenção, pois vou precisar de poucos minutos para fazer a lição, que é só em audio.


Perceba que minha semana de estudo começa na terça-feira, pois é o dia que estabeleci a cada semana para fazer a aula nova do curso online.


Para o conteúdo vou usar como complemento de estudo alguns livros que já tenho aqui, como o Essencial Grammar in Use (é um livro de gramática com exercícios), um livro de Phrasal Verb e o Kernell Lessons que é um livro de lições em audio para treinar o “listening” (compreensão do que é dito).


Também comprei um curso online para me dar uma base de conteúdo gramatical que vai ser meu “norte”. Já me conheço o suficiente para saber que é melhor pra mim ter aulas programadas com antecedência – o curso online tem essa função.


Vou deixar o link do curso aqui se te interessar – não é um link de afiliado, então não estou ganhando nada com isso. Curso de inglês


Caso você esteja se perguntando como vou estudar esse material de “listening”, o Kernel Lessons, pretendo seguir a estratégia sugerida pela professora de inglês desse vídeo: vídeo



Ué, mas e a arte?

Siiimmm, tenho um plano de estudo para ela também!


Meu tempo é contado, mas ter uma prática criativa constante e de qualidade é uma das minhas prioridades.

O método é o mesmo que estou usando para o estudo de inglês: Estabeleço uma meta geral, objetivos específicos e por fim, um plano de ação.


O que muda são o horário e conteúdo, é claro, mas a lógica é a mesma.


Por exemplo:

Meta: ter uma prática criativa constante e consistente.

Objetivo: saber desenhar e pintar aquarela floral

Plano de ação:

  • Horário: das 20h às 22h

  • Frequência: de segunda à quinta.

  • Conteúdo: curso online.

  • Estratégia:

  • Segunda-feira: aula do curso online e início dos exercícios de aula.

  • Terça-feira: exercícios da aula

  • Quarta-feira: exercícios de aula ou prática livre

  • Quinta-feira: prática livre.

  • Sexta-feira: sem prática criativa

  • Sábado e domingo: prática livre


Para meu estudo de arte resolvi reservar o horário da noite, já que nesse momento do dia não tenho mais outras obrigações...teoricamente!


Novamente coloco a frequência de segunda à quinta, pois na sexta a noite não posso estudar.


E o conteúdo? Bom, gosto muito dos cursos da Doméstika, então vou estudar fazendo os cursos de lá.

Também deixei alguns dias para a prática livre, porque sei que vou querer desenhar outras coisas além das propostas nas aulas do curso. Para a prática livre vou preparar referências para ter a mão, do contrário corro o risco de não desenhar nada porque "não sei o que desenhar".


E esse é o plano!



Conclusão

Essa é a minha estratégia para alcançar as metas que estabeleci.


Espero que eu tenha conseguido explicar bem e que a minha estratégia possa te ajudar de alguma forma.

Se você tiver alguma dúvida, é só deixar aqui nos comentários, respondo com prazer!


Também pode deixar nos comentários quais são as suas estratégias para alcançar suas metas e objetivos para o próximo ano, é sempre bom aprender “novos jeitos de fazer”!


Grande abraço!


Dani Porto

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page